Vocação e predestinação
Teresa Cristina
Publicado em 18/05/2008

Por que mostra a alma aptidões tão diversas e independentes das idéias que a educação lhe fez adquirir? Donde vem a aptidão extranormal que muitas crianças em tenra idade revelam, para esta ou aquela arte, para esta ou aquela ciência? Qual a filosofia ou a teosofia capaz de resolver estes problemas? (O Livro dos Espíritos). Isto nos faz aguçar a nossa curiosidade. Então se pergunta: A Vocação é uma lembrança das existências passadas? A vocação é o impulso natural oriundo da repetição de análogas experiências, através de muitas vidas. Suas características, nas disposições infantis, são o testemunho mais eloqüente da verdade reencarnacionista. (O Consolador - Emmanuel)

Em Ec 1.10 encontramos: "O que foi, isso é o que há de ser, e o que se fez, isso se tornará a fazer". Um dom pode constituir-se de uma disposição interior, bem como de uma capacidade ou aptidão concedida ao reencarnante no programa de sua nova existência terrena, seja para dar continuidade de sua obra, seja para edificar novos caminhos em prol da Humanidade ou para expressar o seu amor pelo próximo, e ser útil para a evolução da Terra. Mas, nem todos reencarnam com este propósito, pois cada ser reencarna com a sua programação existencial pré-determinada. Entretanto, alguns são predestinados a cumprir determinadas obras: seja no campo das artes, da literatura, das línguas, das ciências, da política ou da religião. Algumas destas manifestam-se deste a infância, e são conhecidas como crianças dotadas de inteligência acima da sua idade e capacidade, consideradas de: gênio.

Alerta-nos Paulo 2Pe 1.10 : " Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação". Mas, nem todos têm firme o seu propósito reencarnatório, pois existe em nós o esquecimento do passado, e com isso esquecemos os compromissos assumidos no plano espiritual antes da reencarnação. Por isso, muitos encontram dificuldades para dar continuidade a suas obras. Amemos, portanto tudo aquilo que fizermos. E Emmanuel nos diz: "Somente com a cooperação do espiritismo, poderá a ciência psicológica definir a sede da inteligência humana".

A predestinação (gr. Proorizo) significa "decidir de antemão" e se aplica aos propósitos de Deus. A predestinação abrange o que acontecerá com a humanidade, ou a um determinado povo. Deus predestina seus eleitos, e o maior deles enviado à Terra foi Jesus. Outros tiveram o seu nome destacado na História, e alguns passaram despercebidos, mas todos deram a sua contribuição em prol da Humanidade, de acordo com a sua missão. Lembremos, pois que o espírito é sempre, de antemão, designado. Entretanto alguns podem escolher ou solicitar uma prova, uma missão, ou uma tarefa que queiram executar ou submeter-se, e pede para reencarnar. Podem, eles assim pedirem, porque já se encontram em um certo grau de elevação. Porque o amor é a lâmpada que ilumina a consciência, é o elixir da eterna beleza, é o filtro do esquecimento de nós mesmos, e que cria ao mesmo tempo, em nossas almas, sentimentos de mais justiça e eqüidade para a grande família humana. E é tão forte e tão sagrado que nos faz parecer curta a existência para se enxugar as lágrimas de todos que choram ao redor de nós.

Teresa Cristina Soares é palestrante Espírita CEC do Centro Espírita O Codificador

Fechar

Endereço: Rua Marechal Deodoro, 460, Encruzilhada, Recife/PE - CEP 52030-170