Fobia
Teresa Cristina
Publicado em 02/03/2008

Como resultado de suas vivências passadas, o homem contemporâneo aparece no cenário do mundo envolvido nas brumas de suas experiências mal-sucedidas, que geram fantasmas inibidores das energias da alma. A tensão emocional que surge diante das lembranças pretéritas faz com que apareçam as chamadas fobias na atmosfera íntima. Os medos profundos manifestam-se na aura da criatura como energias inibidoras da sua felicidade. A aura humana, enferma pela presença de clichês mentais de um passado distante, acaba por retrair-se, impedindo a pessoa de realizações produtivas, causando o medo repentino e persistente.

A pessoa se predispõe, então, para a fuga. Muitos, como resultado de suas vivências pretéritas, adoecem a alma, abrigando em si o medo incontrolável de morrer, o medo de doenças. Surgem ainda os medos mais comuns, como o medo do fracasso profissional ou amoroso, a claustrofobia e, finalmente, o medo de amar, de ser feliz.

A moderna psicoterapia e a psicologia apresentam resultados surpreendentes no tratamento de tais desajustes da alma. Mas somente quando se acorda para a realidade espiritual e o conhecimento da reencarnação é que se pode chegar a um verdadeiro tratamento, eficaz, com a ajuda do paciente para sair da situação aflitiva. E o tratamento que o Espiritismo oferece, através da terapia emergencial, é a do Evangelho (A crise de Adão - Robson Pinheiro - Alex Zarthú).

Então, não podemos passar uma vida inteira com medo. Devemos procurar os meios cabíveis para o tratamento realizar. "Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: 1Não necessitam de médico os sãos, mas sim, os doentes'." (MT 9.12) Temos que nos conscientizar de que estamos a necessitar de ajuda, não só profissional, como também espiritual. Procurando também ao mesmo tempo renovar as atitudes, hábitos e nossa conduta diante dos fatos que estão sendo apresentados em nossa vida.

Muitos dizem: "não consigo." Claro que conseguem. Quando se tem força de vontade, e uma nova proposta de mudança de vida, para um novo amanhã. A chave deste grande enigma está dentro de nós, temos que aprender a sair deste grande labirinto que a nossa consciência nos conduziu, descobrindo a saída para a liberdade e a felicidade. "Porque do coração procedem os maus pensamentos." (MT 15.19) Ora! Se temos consciência disso, porque o sofrer, o se esconder. Temos que procurar ser felizes, e para tanto só precisamos nos amar.

Porque nos amargurarmos, quando existem tantos caminhos a seguir? Precisamos ser confiantes e acreditar que temos capacidade. Mas para tanto é preciso dar o primeiro passo, e dizer: "Eu quero." Não posso passar uma vida toda me aniquilando assim. É preciso lutar. E eu vou lutar. E vou conseguir. Porque Deus me quer ver feliz.

Os desafios são grandes, mas não são impossíveis para aqueles que lutam com afinco. Temos hoje tudo ao nosso alcance, bastando apenas o nosso empenho em aprender e compreender. O futuro nos espera cheio de luz, mas depende do nosso amadurecimento.

Teresa Cristina Soares é palestrante espírita do Centro Espírita O Codificador.

Fechar

Endereço: Rua Marechal Deodoro, 460, Encruzilhada, Recife/PE - CEP 52030-170